O novo normal na oferta de benefícios

Principais tendências em benefícios para 2022

Não há nenhuma novidade em dizer que os benefícios são utilizados pelas empresas como estratégia para reter e atrair novos talentos.

Sabemos que o salário continua sendo um grande atrativo nas ofertas de emprego, mas o pacote de benefícios pode ser o fator determinante na hora de fazer a opção por uma vaga.

Os benefícios básicos, obrigatórios por lei, como 13º salário, vale-transporte e férias remuneradas, não são mais suficientes para suprir as necessidades e contribuir para o bem-estar dos trabalhadores, por isso o RH deve buscar uma política de benefícios inovadora e mais vantajosa.

A realidade pós-pandemia também trouxe novos desafios, obrigando às empresas a buscar táticas para se adequarem ao “novo normal”. Para Cláudio Renato Mesquita, Gerente de RH do Laboratório Gross, o mercado de trabalho mudou muito, está mais dinâmico e flexível.

Mesquita afirma que “Algumas transformações poderão se tornar definitivas nas corporações. Diante dessas mudanças alguns benefícios também tiveram que ser adaptados devido ao novo cenário. Benefícios como Plano de Saúde, por exemplo, desenvolveram novas ferramentas de utilização, tais como consultas online e movimentações por aplicativo.”

Os benefícios oferecidos pelas empresas contribuem para o aumento da produtividade, o clima organizacional e ajudam a promover a marca. Para utilizar essas vantagens e garantir bons resultados, é importante que o RH esteja atento à evolução do mercado.

Pensando em contribuir para a solução dos desafios lançados aos profissionais de recursos humanos, os especialistas da Inter fizeram uma análise dos dados e levantaram as cinco principais tendências em benefícios para o próximo ano.

Planos de Saúde

A saúde continua sendo uma das principais preocupações dos trabalhadores. Uma pesquisa encomendada pela Associação Nacional das Administradoras de Benefício (Anab) ao instituto Bateiah Estratégia e Reputação revela que 80% dos brasileiros estão preocupados com o acesso à saúde.

A pesquisa ainda aponta que para 49,2% dos entrevistados a importância de ter um plano de saúde aumentou com a pandemia.

Muitas pessoas passaram por problemas de saúde na família e situações de perda, isso contribuiu para que elegessem o plano de saúde como prioridade.

Preocupação é um dos motivos que fazem minar a produtividade no trabalho. Um profissional preocupado com a própria saúde ou com a saúde da família, com certeza será menos produtivo.

Ofertar um bom plano de saúde traz mais segurança e tranquilidade aos colaboradores, o que contribui para que haja mais produtividade e motivação.

Bem-estar

Investir em ações de saúde preventiva, qualidade de vida e bem-estar é o caminho certo para aumentar os níveis de produtividade e reduzir o absenteísmo. O profissional saudável, bem-disposto e satisfeito tende a trabalhar mais motivado e se ausentar menos.

Pensando em melhorar a qualidade de vida dos trabalhado[1]res, algumas empresas já estão oferecendo benefícios que incluem terapias complementares, atendimento psicológico, meditação, massoterapia e gympass.

Implantar ações que valorizam o bem-estar além de garantir a prevenção de doenças ajuda a reduzir os custos com o plano de saúde, por isso é cada vez mais comum encontrar empresas que proporcionam esse tipo de benefício aos colaboradores.

Saúde mental

Saúde mental também é um dos pontos que merecem atenção. Os problemas de ordem emocional, que já estavam em pauta em muitas empresas, se intensificaram com a chegada do COVID-19.

Uma pesquisa realizada pela Ipsos para o Fórum Econômico Mundial apontou que 53% das pessoas entrevistadas no Brasil afirmaram que sua saúde mental piorou depois do início da pandemia.

O gerente de RH do Laboratório Gross esclarece que estudos já apontavam um aumento significativo de depressão e transtorno de ansiedade nos ambientes corporativos. “Diante da pandemia, a necessidade de implantar benefícios voltados para esse fim se tornou imediata. As empresas estão cada vez mais preocupadas com o bem-estar de seus colaboradores, pois é comprovado que o mal- -estar mental e emocional acaba impactando no rendimento.”

Várias ações podem ser desenvolvidas para zelar pela saúde mental dos colaboradores. É importante ficar atento ao nível de estresse, oferecer espaços para relaxamento, realizar pesquisas de clima organizacional e oferecer um bom benefício que contemple o serviço de apoio psicológico.

Reforma da Previdência

A reforma da previdência em 2019 trouxe incertezas aos brasileiros. Esperar por mais tempo e receber menos virou um pesadelo para quem aguarda pela tão sonhada aposentadoria.

Apesar de pouco explorada no Brasil, a previdência privada vem ganhando destaque. Com a expectativa de vida cada vez maior e com as mudanças trazidas pela reforma da previdência social, grande parte dos profissionais acreditam que a chance de se aposentar diminuiu.

No plano de previdência corporativo o empregador contribui com a mesma porcentagem descontada da folha de pagamento do colaborador. É uma parceria que demonstra a preocupação da empresa com o bem-estar financeiro do profissional.

Auxílio home office

 

Home office já era uma tendência, mas acabou se tornando realidade mais cedo do que imaginávamos.

Com o avanço da pandemia vieram também o distanciamento social e a necessidade de fechar as empresas, obrigando as pessoas a fazerem da sua casa seu ambiente de trabalho.

De acordo com dados do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) em 2020 8,6 milhões de pessoas estavam em trabalho remoto, 74,6% destas possuíam escolaridade de nível superior completo e 63,9% estavam empregadas no setor privado.

De acordo com dados do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) em 2020 8,6 milhões de pessoas estavam em trabalho remoto, 74,6% destas possuíam escolaridade de nível superior completo e 63,9% estavam empregadas no setor privado.

O estudo mostra que mesmo após o final da pandemia 30% das empresas pretendem manter o home office. Trabalhar em casa garante mais flexibilidade ao colaborador e também contribui para que as empresas reduzam gastos com infraestrutura.

Assim, é possível viabilizar benefícios para que os funcionários possam investir em estrutura para montar seu escritório em casa. Os benefícios incluem auxílio para pagamento de despesas com energia elétrica, internet e aquisição de equipamentos ergonômicos.

Diferenciais da Inter

As novas tendências evidenciam a importância de manter o RH ante[1]nado e preparado para as mudanças exigidas pelo mercado. E foi pensando nisso, os especialistas da Inter se prepararam para prestar assessoria completa na implantação de benefícios.

Contamos com uma equipe multidisciplinar especializada e com atendimento humanizado, pronta para dar suporte total ao RH, aos beneficiários e aos executivos da empresa.

BI tecnologia que transforma dados em estratégias

Com o mercado cada vez mais competitivo e desafiador, as empresas têm lançado mão da tecnologia para organizar e administrar informações de modo mais estratégico.

Os problemas que antes eram resolvidos de forma corretiva, agora podem ser antecipados e solucionados preventivamente, permitindo assim que os gestores obtenham insights para tomada de decisões mais assertivas.

No cenário atual, as ferramentas de BI (Business Intelligence) estão sendo utilizadas como auxílio na coleta de dados que são estruturados e aprimorados, para posteriormente oferecerem subsídios valiosos em diversos segmentos dos negócios.

De forma geral, uma plataforma de BI é uma ferramenta de análise e inteligência de dados que transforma informações em estratégias de ação, para impulsionar os resultados de uma empresa.

Conheça a BInter

Acompanhar o índice de sinistralidade do plano de saúde e ter em mãos a previsibilidade do reajuste anual é uma estratégia que beneficia a estrutura da empresa em longo prazo, além de garantir o bem-estar dos colaboradores.

Para direcionar a utilização eficiente dos planos, prevenir e reduzir custos desnecessários, é fundamental que a gestão de sinistros conte com apoio e recursos de inteligência de dados e tecnologia para organizar as informações disponibilizadas pelas operadoras e seguradoras.

Pensando em auxiliar as empresas na gestão de saúde e diminuição de custos, a Inter desenvolveu a plataforma BInter, uma assistente virtual com inteligência de mercado com grande capacidade de cruzamento de informações dos usuários ativos e inativos – que neste caso permite avaliar também os gastos de beneficiários aposentados e afastados da organização.

Com a ajuda da assistente é possível identificar os padrões de saúde dos funcionários e grupos de risco, o que pode auxiliar na implementação de programas de saúde mais assertivos por meio de ações de medicina preventiva e incentivo a hábitos saudáveis.

Nossos especialistas acompanham diariamente demandas de controle de sinistros e ações de gestão de saúde, para em conjunto com a BInter auxiliar o RH, que cada vez mais age de forma estratégica e demanda ter o controle e previsibilidade dos cenários futuros.

A BInter possui um sistema completo para coletar, organizar e avaliar a saúde de qualquer população pré-definida, com todos os elementos, relatórios e ferramentas necessárias para desenvolver intervenções de melhoria a médio e longo prazo, reduzindo custos e aumentando a qualidade de vida dos colaborado[1]res.

 

5 Vantagens da BInter que geram redução de custos

  • Indicadores de gestão de riscos
  • Gestão de atestados e absenteísmos
  • Relatórios gerenciais
  • Auditorias de contas médicas
  • Comitê de saúde especializado

 

Como a BInter auxilia a empresa na gestão de saúde?

As vantagens oferecidas pela BInter evidenciam a necessidade da ferra[1]menta para reduzir custos e melhorar a gestão do plano de saúde. Confira, a seguir, como a nossa plataforma pode ser útil na sua empresa.

Integração de dados em saúde: Concentração de dados e análise de informações para identificar necessidades da população e gerar assertividade no investimento em gestão de saúde

Mapeamento do perfil epidemiológico: Questionário de saúde para identificar o perfil epidemiológico da população

Programas de saúde: Linhas de cuidado e programas de saúde personalizados para atender as demandas dos colaboradores

Indicadores de ROI e VOII: Indicadores de impacto das ações realizadas na empresa

Benefícios flexíveis: retendo bons profissionais e atraindo novos talentos

Nem sempre o salário é o maior atrativo nas ofertas de emprego, os benefícios se tornaram um aliado muito importante para as pessoas que buscam mais autonomia e qualidade de vida.

Optar por um plano de benefícios que atende às necessidades de cada pessoa, além de trazer satisfação aos funcionários fortalece a marca, provando que a empresa respeita as diversidades e se preocupa com a satisfação dos colaboradores.

É comum observar grande diferença de gerações e até mesmo culturais dentro das empresas. Os times são compostos por pessoas de perfis e estilos de vida diferentes, ter a oportunidade de criar um pacote que atenda aos desejos desses diversos perfis está se tornando uma necessidade.

Uma pesquisa realizada pela Plataforma de Benefícios Alymente revela que em 2017 30% das pessoas vendiam o vale alimentação ou vale refeição todos os meses, mesmo sabendo que a prática é proibida e perdendo até 20% do valor total do benefício. No ano de 2018 a prática aumento para 39%.

O colaborador que utilizava seu benefício para almoçar no restaurante, agora precisa realizar compras no mercado para cozinhar em casa, precisa de auxílio para pagamento de energia elétrica, internet e equipamentos ergonômicos para montar seu ambiente de trabalho.

Muda o modelo de trabalho, muda a necessidade dos colaboradores, por isso os benefícios flexíveis estão sendo a aposta de muitas empresas para retenção de bons profissionais e aquisição de novos talentos.

Como funcionam os benefícios flexíveis?

Os benefícios flexíveis são preestabelecidos pela empresa, mas podem ser negociados de acordo com as necessidades e preferências de cada colaborador.

O modelo mais utilizado é a administração por meio de pontos, onde o profissional pode montar o conjunto de benefícios de acordo com suas necessidades e estilo de vida.

Para tornar mais viável a administração do RH, as empresas costumam estipular um prazo de validade para os pacotes de seis meses a um ano.

Exemplos do que pode ser incluído no catálogo de benefícios

  • Auxílio-creche
  • Auxílio-cultural
  • Auxílio-combustível
  • Auxílio-farmácia
  • Auxílio-refeição
  • Auxílio-alimentação
  • Bolsa de estudos
  • Plano de saúde
  • Plano odontológico
  • Seguro de vida
  • Custeio para atividades de lazer

[activecampaign form=3 css=1]