LER/ DORT: saiba como evitar as doenças que mais afetam os trabalhadores brasileiros

A LER (Lesão por Esforços Repetitivos), também conhecida como DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho) representa um grupo de doenças do sistema muscoesquelético, causadas por movimentos repetitivos.

Dados do Ministério da Saúde revelam que em 10 anos o número anual de registros das doenças causadas por movimentos repetitivos cresceu de 3.212 em 2007 para 9.122 em 2016, um aumento de 184%.

Doenças mais comuns causadas por movimentos repetitivos

  • Tendinites: Inflamação dos tendões
  • Lombalgia: dor na coluna lombar
  • Mialgia: dor muscular

Principais sintomas da LER/DORT

  • Dor localizada
  • Diminuição da força
  • Dormência
  • Formigamento
  • Sensação de peso ou cansaço nos membros

Dicas de prevenção

Ferramentas de trabalho adequadas, mobiliários ergonômicos e ginástica laboral, são alguns dos fatores que contribuem para a prevenção da LER/DORT.

Quando estiver sentado, mantenha as costas retas e apoiadas no encosto da cadeira, relaxe os ombros, deixe os pulsos retos e a plantas dos pés totalmente apoiadas no chão.

A cada uma hora de trabalho, levante-se da cadeira, movimente-se e faça alongamentos.

Diagnóstico

Caso possua alguns dos sintomas causados pela LER/DORT, procure um ortopedista especialista na região afetada. O médico fará uma avaliação e provavelmente indicará exames para diagnosticar o problema e sugerir o tratamento mais adequado.

Tratamento

As modalidades de tratamento variam de acordo com o diagnóstico médico. Anti-inflamatórios podem ser indicados nas crises de dor, em alguns casos também pode ser recomendado repouso, fisioterapia e até mesmo intervenções cirúrgicas.

Fica a dica!

Distúrbios psicológicos como a ansiedade e a depressão podem agravar a tensão muscular, causando mais dor e contração nos músculos. É fundamental manter a saúde do corpo e da mente em dia para prevenir a LER/DORT.