Saiba tudo sobre a nova epidemia de influenza e sua diferença para a Covid-19

Saiba como diferenciar os sintomas e quando procurar ajuda

A influenza é uma infecção viral aguda, que afeta o sistema respiratório e é altamente
transmissível. Isso ocorre principalmente de pessoa para pessoa, por meio da troca de material genético de uma pessoa infectada para uma pessoa suscetível.

A vacinação contra a influenza é uma das medidas de prevenção mais importantes para proteger contra a doença, suas complicações e óbitos, além de contribuir para a redução da circulação viral na população, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco.

Sintomas

  • Febre
  • Cefaleia (dor de cabeça)
  • Dor muscular
  • Tosse
  • Dor de garganta
  • Fadiga

As vacinas influenza trivalentes utilizadas no Brasil apresentam proteção contra 3 tipos de cepas de vírus:

  • H1N1
  • H3N2
  • Linhagem B/Victoria

COVID – 19

Estamos em um cenário de baixa cobertura vacinal e por esse motivo é fundamental retomar a rotina de vacinação para evitarmos epidemias da doença que já está controlada. A Campanha de Vacinação contra a COVID-19 tem por objetivo principal a redução da morbimortalidade causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) e a redução das hospitalizações decorrentes da doença, sendo assim já se encontra disponível o reforço da bivalente para toda população acima de 18 anos.

“A influenza e a covid-19 continuam sendo ameaças para a saúde pública, especialmente para as pessoas não vacinadas. Assim, o Ministério da Saúde recomenda aproveitar a oportunidade da campanha de vacinação contra a influenza para atualização da situação vacinal para covid-19 nos grupos elegíveis.’’