Dia Mundial do Doador de Medula Óssea

Saiba como se cadastrar no banco de doador e ajude a salvar vidas

O terceiro sábado do mês de setembro foi escolhido pela WMDA (World Marrow Donor Association) para celebrar o Dia Mundial do Doador de Medula Óssea.

A organização que reúne registros de doadores voluntários de medula óssea do mundo todo, estabeleceu a data com objetivo de agradecer a disposição dos doadores e aumentar a conscientização sobre a importância da doação.

Quem são os beneficiados?

Os beneficiados são pessoas que possuem doenças que afetam as células do sangue, como leucemia e os linfomas.

Depois de um tratamento que destrói a própria medula óssea com quimioterapia e radioterapia, o paciente recebe a doação de uma nova medula por meio de uma transfusão. A medula transplantada começa a produzir novas células em três semanas.

Como se cadastrar?

Basta ir até o hemocentro mais próximo e realizar o cadastro no REDOME (Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea). Após o cadastro será coletada uma amostra de sangue de 10 ml para exame de tipagem de HLA.

Confira os requisitos para ser um doador

  • Ter entre 18 e 35 anos
  • Levar um documento de identificação oficial com foto
  • Estar em bom estado de saúde

Você sabia?

Caso haja algum paciente com possível compatibilidade, você será consultado para decidir se realmente irá realizar a doação. Caso decida fazer o procedimento, serão realizados novos exames para confirmar a compatibilidade e avaliar seu estado de saúde.